Equipa


Célia Ferreira
Diretora do SPULP
Psicologia da Justiça

Licenciada em Psicologia pela Universidade do Minho, com pré-especialização em Psicologia da Justiça e Reinserção Social. Doutorada em Psicologia da Justiça pela mesma universidade, tendo realizado a sua dissertação sobre stalking pós-rutura. De 2008 a 2014 exerceu funções de perita forense e psicoterapeuta na Unidade de Psicologia da Justiça da Universidade do Minho, direcionando desde então o seu trabalho de investigação e a sua prática forense e clínica para o trabalho com vítimas de crime (adultas e menores). Publicou artigos e capítulos (nacionais e internacionais) neste domínio. Atualmente, é professora auxiliar na Universidade Lusófona do Porto e Diretora do Serviço de Psicologia (SPULP). Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses.

Andreia Machado
Psicologia da Justiça

Doutorada em Psicologia Aplicada pela Universidade do Minho. De 2009 a 2017 foi Investigadora no Centro de Investigação em Psicologia, da Escola de Psicologia da Universidade do Minho. Os seus principais interesses de investigação conjugam as áreas da violência na intimidade e a avaliação forense. E é nestas áreas que tem publicado diversos trabalhos a nível nacional e internacional. Tem participado em várias investigações sobre violência na intimidade, destacando-se o projeto GAM – Grupos de Ajuda Mútua para mulheres vítimas de violência na intimidade -, a violência na intimidade contra os homens – tema da sua tese de doutoramento – e o estudo em curso sobre “Homicídios nas relações de intimidade” – uma parceria de várias instituições. Além disso, foi colaboradora no Serviço de Psicologia da Universidade do Minho enquanto psicóloga e perita forense e foi técnica no Gabinete de Atendimento à Família, no qual desempenhou funções de terapeuta e de formadora na área da violência doméstica e igualdade de género. Atualmente é professora auxiliar na Universidade Lusófona do Porto e Lisboa. Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses.

Andreia Moura
Psicologia do Comportamento Desviante e da Justiça

Licenciada e Doutorada em Psicologia (Psicologia do Comportamento Desviante e da Justiça) pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto (FPCE-UP); Professora Auxiliar na Universidade Lusófona do Porto (ULP): Regente da cadeira de Psicologia da Inteligência e Criatividade e da cadeira de Prevenção do Crime e da Vitimação. Assumiu funções de coordenação de um Projeto de Prevenção de Comportamentos Aditivos (ECOS) da DRS Norte / SICAD (entidade promotora ADILO). Coordenadora do Serviço de Psicologia e coordenadora do Gabinete de Inserção na Vida Ativa da Escola Profissional de Tecnologia Psicossocial do Porto (EPTPP). Participação editorial em revistas indexadas, como revisora. Autora de artigos internacionais ISI; publicou 3 artigos em revistas especializadas. Autora das escalas MEEP e CEST (versão Portuguesa) e co-autora do projeto de prevenção ECOS. Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses.

Carla Antunes
Psicologia da Justiça

Licenciada em Psicologia e doutorada em Psicologia da Justiça pela Universidade do Minho. Do seu percurso profissional salienta-se a experiência de intervenção com crianças e jovens em risco no sistema de promoção e proteção. Destaca-se, ainda, a prática no âmbito da avaliação forense, da intervenção psicológica com vítimas e da formação a peritos em avaliação psicológica forense desde 2001. No domínio da investigação, tem desenvolvido o seu trabalho no âmbito da Psicologia Forense e da vitimação na infância, adolescência e idade adulta, explorando as trajetórias de desenvolvimento adaptativas e inadaptativas, tendo resultado em várias publicações científicas (artigos científicos, capítulos de livros). É Professora Auxiliar na FPED da ULP, lecionando unidades curriculares do 1º ciclo e do 2º ciclo em Psicologia (Mestrado em Psicologia da Justiça: Vítimas de crime), e desempenhando, ainda, funções de Coordenadora Cientifica do referido Mestrado. Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses.

Célia Oliveira
Psicologia da Educação

Licenciada em Psicologia pela Universidade do Minho, com pré-especialização em Psicologia Escolar e da Educação, e pela mesma universidade detém um mestrado em Psicologia Clínica e um Doutoramento em Psicologia Experimental e Ciências Cognitivas. É Professora Auxiliar na Licenciatura em Psicologia, com regência de unidades curriculares nos domínios da Psicologia Cognitiva e da Psicologia Escolar e da Educação. Paralelamente, assegura a supervisão de estágios e dissertações no Mestrado em Psicologia Clínica e colabora no Serviço de Psicologia da Universidade Lusófona do Porto. Nesta universidade é responsável pela Linha de Investigação em Aprendizagem e Memória. Tem integrado projetos de investigação nacionais e internacionais em parceria com diversas universidades Portuguesas e Norte Americanas. Na interação com a comunidade destacam-se atividades de supervisão técnica e de preleção em iniciativas destinadas à comunidade educativa. Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses.

Diogo Lamela
Psicologia Clínica

Licenciado em Psicologia pela Universidade do Minho e doutorado em Psicologia Clínica pela mesma universidade. Foi psicoterapeuta no Serviço de Psicologia da Universidade do Minho na Unidade de Crianças e Adolescentes. É professor auxiliar na Universidade Lusófona, onde lecciona unidades curriculares sobre psicopatologia, avaliação e intervenção clínica com crianças e adolescentes. Autor do programa de intervenção em grupo com pais divorciados “Pais por Inteiro”, tem-se dedicado sobre as questões da psicoterapia com crianças e adolescentes, intervenção conjugal, parental e familiar e intervenção com famílias com pais separados e/ou divorciados. Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses.

Joana Branco Maia
Psicologia do Desenvolvimento

Licenciada em Psicologia pela Universidade de Coimbra e Doutorada em Psicologia do Desenvolvimento (2012, ISPA-Instituto Universitário). Experiência de trabalho clínico com bebés, crianças e famílias desde 2006, tendo formação pós-graduada na área da intervenção precoce. Professora Auxiliar da ULP nas Licenciaturas de Psicologia e de Serviço Social e no Mestrado de Psicologia Clínica e da Saúde. Foi assistente de investigação convidada na Universidade de Auburn, EUA, em 2008 e integrou em 2011 o Research Training Program of the International Psychoanalytic Association. Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses.

Joana Cabral
Psicologia Clínica

Licenciada em Psicologia com especialização em Consulta Psicológica de Jovens e aAdultos, Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto (FPCEUP). Doutorada em Psicologia pela FPCEUP e Bolseira de Doutoramento FCT, Tese com o tema: “Vinculação, desenvolvimento psicossocial e adaptação à universidade: Dinâmicas de regulação emocional e coping”. Desde 2004, é investigadora do Centro de Psicologia UP (membro colaborador e investigadora de pós-doutoramento). Atualmente, é professora auxiliar na Faculdade de Psicologia, Educação e Desporto da ULP e psicoterapeuta psicodinâmica (especialista em formação). Investiga sobre os temas da vinculação, relações precoces e desenvolvimento, regulação emocional e violência nas relações românticas e ainda da desigualdade. Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses.

Ricardo Pinto
Psicologia Clínica e da Saúde

Doutorado em Psicologia da Saúde pela Universidade do Minho, onde exerceu funções de Bolseiro de Investigação da Fundação para a Ciência e Tecnologia. Exerce atualmente funções de Professor Auxiliar, em regime de tempo integral, na Universidade Lusófona do Porto, Faculdade de Psicologia, Educação e Desporto. Os seus principais interesses de investigação têm sido a adversidade na infância, trauma e violência doméstica. É primeiro autor de artigos científicos em revistas internacionais, SCI – Thomson Reuters, Scimago, onde tem sido convidado a ter uma participação editorial como revisor. Tem igualmente participado como orador em vários congressos nacionais e internacionais. É autor da escala Health Risk Behavior Checklist, electronic database, PsycTESTS, American Psychological Association. Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses.

Rita Cabral Ferreira
Psicologia Clínica

Mestre em Psicologia Clínica e da Saúde pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto (FPCEUP). Além da psicoterapia individual, desenvolve intervenção psicológica em grupo, nomeadamente com população socialmente vulnerável (baixo rendimento sócio económico, minorias, vítimas, população de risco) com o intuito de promover o desenvolvimento de competências de vida. Neste domínio da intervenção em grupo, é coautora do capítulo “Educação para a sexualidade: Programa de intervenção em grupo com adolescentes”, parte integrante do livro Intervenção em Grupos na Saúde (2ª Ed, Rev), editado pela Climepsi Editores. De 2013 a 2016, exerceu funções de psicóloga em instituição de solidariedade social, desenvolvendo a sua atividade como coordenadora do serviço de psicologia e da intervenção social. É formadora, com o CCP, desde 2012. Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses.

Rita Conde Dias
Psicologia da Justiça

Doutorada em Psicologia da Justiça pela Universidade do Minho e Mestre em Psicologia Clínica pela Universidade do Minho. De 2007 a 2014 colaborou como psicoterapeuta/perita forense no Serviço de Consulta da Escola de Psicologia da Universidade do Minho. De 2005 a 2014 foi Investigadora na Universidade do Minho, na área da Psicologia da Justiça e, especificamente, no âmbito da Vitimologia (violência de género, violência familiar e violência nas relações de intimidade). Publicou vários artigos e capítulos (nacionais e internacionais) sobre violência na intimidade, o enquadramento sociocultural da violência, género e violência, avaliação forense e intervenção com vítimas. Atualmente, é professora auxiliar na Universidade Lusófona do Porto, onde leciona Unidades Curriculares do 1º ciclo em Psicologia e do 2º ciclo em “Psicologia da Justiça: Vítimas de Crime”. Integra ainda a coordenação do Mestrado em Psicologia da Justiça: Vítimas de Crime”. Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses.

Teresa Souto
Psicologia Clínica

Licenciada em Psicologia, Mestre em psiquiatria saúde mental e Doutorada em Psicologia no âmbito da reabilitação psicossocial. Docente do 1º e 2º ciclos em Psicologia. Possui experiência prática na área de avaliação psicológica e da consulta psicológica com adolescentes e adultos. Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses.